Acesse e Curta a Fan Page

CURTA A FAN PAGE O PANTERA TRICOLOR NO FACEBOOK

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Monte Azul 1x0 Botafogo - Jogo treino - 14/01

Companheiros Panterinos, o placar não traduziu o que foi o jogo treino entre Botafogo e Atlético Monte Azul.

O 1º tempo foi bastante truncado com o Pantera jogando com três volantes - Carlos Saá, Fábio e Thiago - e a missão de criar e armar as jogadas ficou para o bom meio campo Guilherme Patriarca.
No início a zaga formada com Rafael Pedro e Johildo deu alguns sustos mas com o passar do jogo foi se entrosando. No acanhado campo do Monte Azul os laterais Rafinha e Calisto pouco produziram em jogadas ofensivas.
Já os volantes Fábio e Thiago fizeram boa partida, Carlos Sáa em algumas jogadas mostrou dificuldades no esquema armado por Arthur Neto.
Guilherme Patriarca o homem de criação sofreu com a forte marcação da zaga do Atlético, mas mesmo assim conseguiu municiar bastante as jogadas de ataque de Fabinho, que foi o responsável pelas melhores chances do primeiro tempo como em um lance onde ficou de frente para o gol e chutou fraco para a defesa do goleiro Leandro.
Gabriel no ataque pouco produziue o goleiro Everton asustou a torcida em algumas saidas preciptadas do gol.
Lembrando que o técnico Arthur Neto escalou no primeiro tempo o time dos considerados reservas, jogando com Éverton, Rafinha, Rafael Pedro e Johildo, Calisto, Carlos Saá e Fábio, Thiago e Guilherme e Fabinho e Gabriel, o resultado 0x0 justo.

Na segunda etapa entraram os titulares, Paulo Musse, Marco Aurelio, Julio Cesar e Fernando, Betão, Augusto Recife e Rudnei, Paulo Santos, Thiago Silvy, Branquinho e Frontini, e logo no início o Pantera com seu trio de ataque, mostrou que vai dar muito trabalho na Série A1 para os zagueiros e goleiros adversários. Thiago Silvy em rápida jogada pela esquerda, limpou a a zaga, invadiu a área e chutou no canto esquerdo do goleiro, que vendido no lance só rezou para a bola não entrar e suas preces fizeram com que a bola caprichosamente carimbasse o pé da trave.
O Monte Azul reclamou de um penalti que não existiu e os jogadores da casa foram para cima do juiz.
Diferente da dupla de laterais do primeiro tempo, a dupla do segundo tempo formada por Betão e Marco Aurélio criaram várias jogadas rápidas e perigosas.
O setor defensivo mostrou força e habilidade, Julio César e Fernando saiam jogando bem e os volantes interceptavam os lançamentos com segurança, e Paulo Musse quase não foi exigido.
Branquinho, Silvy e Paulo Santos sofriam faltas desleais dos jogadores da casa, mas que o juiz demorou para começar a marcar as infrações.
A vontade dos jogadores do Monte Azul de vencer o jogo treino proporcionou lances de carrinhos, puxões de camisa, mãos na garganta e obstruções seguidas fora do lance de jogo.
Em uma das faltas a favor do pantera, o meia Paulo Santos exigiu grande esforço do goleiro para defender uma bola que tinha endereço certo no canto alto direito.
O toque mais refinado do time titular irritou os jogadores do Monte Azul, e mostrou que com um pouco mais de entrosamento e preparo físico, tornará fácil a decisão de Arthur Neto na definição do time para a estréia na A1.
O Gol do jogo surgiu após uma falta duvidosa pelo setor direito da defesa do pantera. A falta cobrada por Edilson resvalou na cabeça dos jogadores da barreira e a bola mudou de direção encobrindo o goleiro Paulo Musse.
Antes do fim do jogo Frontini tabelou com Branquinho que o deixou na cara do gol tocando entre as pernas do goleiro. O impedimento foi marcado, mas não tirou a beleza da tabelinha tricolor.
As melhores chances do segundo tempo foram do Pantera apesar da retranca armada por Edson Só.

O jogo treino serviu para dar movimentação para a equipe que havia realizado apenas 1 coletivo, e ainda pouco treinos com bola.

Três jogadores com grande chances de serem titulares da equipe não viajaram, Walter Minhoca, Jonilson e Everton, e ficaram realizando treinos físicos no CT do Olé, onde o Pantera fica concentrado até a proxima segunda.

Resultado negativo que coloca uma pulga atrás da orelha dos botafoguenses que não viram o jogo, ainda mais com o time titular levando o revés. Mas repetindo a frase do início do jogo

Outro jogo treino acontece no sábado dia 17/01 no Estádio Municipal de Luiz Antonio, às 16h, contra a Ferroviária.

Nesse jogo o técnico deverá observar o time já com uma escalação muito próxima da que será utilizada na estréia do Paulistão 2009 contra o Bragantino no dia 23/01.

Fiquei satisfeito com as jogadas criadas e as forças defensivas e ofensivas do pantera, que tenho certeza que melhorará com mais um jogo treino no sábado e coletivos no gramado de Santa Cruz que serão realizados na próxima semana.


Ficha TécnicaGol Atlético: Edilson, 20 minutos do 2º tempo
Local: Estádio do AMA, Monte Azul Paulista (SP)
Data: 14 de janeiro de 2009
Horário: 16h30
Árbitro: Leandro.

Atlético Monte Azul
Leandro Santos; Mauricio(Cafu), Rodrigo Alemão, Ricardo Vila(Gil) e Everton(Erick), Vagner, Serginho(Bruno), André Bilinha (Alex) e Marcelinho (Edilson), Welicka(Miro) e Bispo.
Técnico: Édison Só

Botafogo
1ºTempo - Everton; Rafinha, Johildo, Rafael Pedroe Calisto, Fabio, Tiago Santos, Carlos Sáa, Guilherme, Fabinho e Gabriel
2º Tempo - Paulo Musse, Marco Aurélio, Fernando, Julio Cesar e Betão, Augusto Recife, Rudnei, Paulo Santos, Tiago Silvy, Frontini e Branquinho
Técnico: Artur Neto

4 comentários:

  1. normal!!
    as coisas vão se ajustando as poucos,aliás é pra isso queo logo treino serve!!

    ResponderExcluir
  2. Hoje o Palmeiras perdeu por 3x0 do Rio Claro e o Guarani de 3x0 do São José... Pelo visto foi o dia dos times da A2. Então o nosso 1x0 até que ficou barato.. rs.
    Agora, contra a Ferrinha precisava ter uma vitória. Pra dar confiança pra torcida e animar a venda de passaportes.

    ResponderExcluir
  3. desolador....
    claro que o time vai melhorar. jogou melhor que o Atlético de Monte Azul Paulista. Mas não soube ganhar o jogo do Monte Azul.
    não é bem pulga atras da orelha, é um elefante atrás da orelha.

    ResponderExcluir
  4. bruno...
    que jogador que disputará uma A1, em fase de preparação iria se esforçar pra ganhar uma contusão, num jogo que o que menos se avalia são os resultados. Ano passado o Carlos Rossi foi muito bem nos jogos treinos, olha o resultado na A2...só durou 4 rodadas...o time vai se acertar com o passar dos dias

    ResponderExcluir