Acesse e Curta a Fan Page

CURTA A FAN PAGE O PANTERA TRICOLOR NO FACEBOOK

sexta-feira, 16 de abril de 2010

BOTAFOGO X PONTE PRETA - RUMO AS FINAIS

Botafogo x Ponte Preta - Empolgação versus pressão!


Ribeirão Preto, SP, 16 (AFI) - O Estádio Santa Cruz será palco de um dos confrontos mais tradicionais do interior paulista. Satisfeito com a campanha no Campeonato Paulista, o Botafogo entra em campo embalado contra a Ponte Preta, que tenta amenizar a pressão da torcida, pelas eliminações no Estadual e na Copa do Brasil. O jogo acontece neste sábado, às 18h30, em Ribeirão Preto.

Veja ainda:
Violência! Ônibus da Ponte Preta é apedrejado em Campinas
O confronto de ida terminou com um empate sem gols e o Pantera precisa apenas de mais um empate para se garantir, por ter feito melhor campanha na 1ª fase. Para contar com o apoio do torcedor, a diretoria tricolor lançou uma promoção: Menores de 12 anos não pagam ingressos e os demais botafoguenses terão direito a pagar meia-entrada (R$ 20).

Do outro lado, a Macaca depende da vitória para seguir sonhando com o bicampeonato. Para isso acontecer, porém, o time tenta superar um jejum que de seis jogos sem vitórias, sendo dois empates e quatro derrotas entre Paulistão e Copa do Brasil.

Não bastasse isso, há ainda grande pressão da torcida, que protestou após o jogo de ida e no último treino da equipe, nesta sexta-feira. Quando a delegação seguia viagem para Ribeirão Preto, o ônibus chegou a ser apedrejado, mas não se sabe se há relação do episódio com os torcedores.

Desfalques e reforços
O técnico do Botafogo, José Galli Neto, confirmou que manterá a mesma base do primeiro jogo, mas tentou fazer mistério. O certo é que ele terá, pelo menos, quatro desfalques para o confronto. Isso porque o zagueiro Cleiton, o volante Bruno e os atacante André Neles e Adriano estão lesionados.

Na defesa, Freire, de apenas 21 anos, está confirmado para atuar ao lado de Leandro Amaro. No meio, o treinador contará com a volta do volante Ademir Sopa, que também está contundido. Na frente, Malaquias, que também esté recuperado de contusão, assume a vaga de Adriano.

“Não temos porque mexer muito. A equipe foi bem em Campinas e manteremos a mesma formação, mas dificilmente poderei manter os mesmos jogadores. Apesar disso, quem vai entrar, tenho certeza que corresponderá”, comentou José Galli Neto, que negou que o Botafogo jogará na defesa pelo fato de precisar apenas de um empate.

Tempo de superação
A Ponte tenta esquecer a má fase culminou na demissão do técnico Sérgio Guedes e que acabou com a paciência dos torcedores. Apesar de toda a pressão, a diretoria pontepretana segue trabalhando com cautela e ainda não definiu quem será o treinador para a Série B. Jorginho, atualmente no Goiás, é o mais cotado para ser anunciado na próxima semana, prazo estipulado pelos dirigentes para o anúncio.

Enquanto isso, o preparador de goleiros Carlos Gallo segue como interino em meio a este "fogo cruzado". Para o jogo, ele não terá desfalques por conta de cartões, mas não contará com o zagueiro Léo Oliveira. O defensor ainda recupera-se de uma lesão muscular.

Por outro lado, a Ponte deve ganha dois reforços: o meia Fabiano Gadelha e o atacante Otacílio Neto, que estavam lesionados. Eles retornam nas vagas de Renato González e Marcelo Soares, respectivamente. O volante Deda, que estava suspenso, deve aparecer no lugar de Guilherme.

“Hoje pude contar com todo o elenco e sentir qual a melhor formação. Agora vou pensar no que vou armar de acordo com o que temos do adversário”, comentou Carlos.

Ficha Técnica

Botafogo x Ponte Preta

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto
Data: 17/04/2010 (sábado)
Horário: 18h30
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra

Botafogo
Wéverton; Jonas, Freire, Leandro Amaro e Andrezinho; Rodrigo Pontes, Augusto Recife, Ademir Sopa e Xuxa; Willian e Malaquias.
Técnico: José Galli Neto

Ponte Preta
Eduardo Martini; André Rocha, Diego, Evaldo e vicente; Deda, Danilo Portugal, Pirão e Fabiano Gadelha; Finazzi e Otacílio Neto.
Técnico: Carlos Gallo (interino)

Um comentário:

  1. Boa Noite , estou fazendo uma campanha para que o Campeonato brasileor da serie D passe a contar com 64 clubes. Alés dos reabaixados da ´seire C e dos 36 clubes indicados pelas Federações estaduais teriam vaga garantida na competiçao os 4 clubes elinicados na fase quartas de final do campeonato anterior além do 20 melhores classificados no ranking CBF de clubes de nçao obtiveram a vaga atyravésd das outras formas de acesso à competição. Gostaria de saber a opinião dos dsenhores sobre o assunto e se possível a divulgação da ideia.
    GRATO
    Antônio de Pádua Carneiro Juynior

    ResponderExcluir