Acesse e Curta a Fan Page

CURTA A FAN PAGE O PANTERA TRICOLOR NO FACEBOOK

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Ituano 3 x 1 Botafogo






Eficiência garante vitória na estreia do comandante

O futebol realmente é uma caixinha de surpresas. O Botafogo criou diversas chances e foi muito suprerior dentro de campo, mas o Ituano se mostrou bastante eficiente e venceu por 3 a 1, na noite deste domingo, no Estádio Romildo Gomes Ferreira, pela décima rodada do Campeonato Paulista. A partida marcou a estreia do técnico Ruy Scarpino no comando do time de Itu.


A eficiência neste domingo fez o Galo chegar aos 11 pontos e deixar a zona de rebaixamento, subindo para o 14ª lugar. Enquanto isso, o Pantera segue dez e caiu para a 15ª colocação, vendo a zona de rebaixamento cada vez mais perto. A diferença para o Noroeste, primeiro entre os quatro piores, é de apenas um ponto.

Quem não faz toma!
Aproveitando o fato da partida não estar sendo realizada em Itu, já que o Novelli Junior está em reformas, o Botafogo partiu para cima e criou duas boas oportunidades antes dos cinco minutos. Na primeira, Pablo Escobar recebeu de fora da área e bateu por cima do gol. Logo depois, Anselmo deu grande passe para Assissinho, que invadiu a área e chutou em cima do goleiro Marcelo Bonan, que estava atento e fez boa defesa.

Na primeira chegada ao ataque, o Ituano abriu o placar aos 11 minutos. Malaquias invadiu a área e acabou sendo derrubado por Marcinho dentro da área. Na cobrança do pênalti, Éder Sciola apenas deslocou o goleiro adversário e saiu para o abraço. A resposta veio no minuto seguinte, quando Andrezinho cobrou falta e Assissinho desviou de cabeça. A bola passou raspando a trave de Marcelo Bonan, que apenas olhou.

Melhor em campo, o Pantera quase chegou ao empate aos 18 minutos. Marcinho cobrou para dentro da área e a bola acabou sobrando para Anselmo, que bateu de primeira e assustou o goleiro do Galo. Na sequência, Pablo Escobar tocou para Assissinho, que bateu em cima de Marcelo Bonan. Em uma das melhores chances, Marcinho cobrou falta com violência e o número 1 adversário fez grande defesa. A bola ainda tocou no travessão antes de ser aliviada pela zaga.

O Botafogo criava diversas chances, mas pecava na finalização e como quem não faz toma, o Ituano ampliou aos 28 minutos. Leomir bateu forte de longe e Júlio Cesar espalmou para dentro da área. A bola acabou sobrando livre para Jonata Escobar, que chutou de primeira e acertou o ângulo. O Pantera sentiu o segundo gol e, apesar de ter maior posse de bola, não conseguia chegar com muito perigo ao gol defendido por Marcelo Bonan.

O gol saiu tarde...
Assim como no primeiro tempo, o Botafogo voltou melhor do intervalo e assustou logo aos dois minutos. João Victor arriscou de longe e a bola passou raspando o gol defendido por Marcelo Bonan. Na sequência, Marcinho tentou marcar um gol olímpico e acabou acertando o travessão, seguindo para a linha de fundo. Apostando no contra-ataque, quase que o Galo fez o terceiro aos 11 minutos. Jefferson pedalou para cima de Gabriel e bateu rasteiro, mas a bola acertou na trave e saiu.

Com muito mais posse de bola, o Pantera pressionava e assustou aos 18 minutos. Assissinho escapou com velocidade e a bola sobrou para João Victor, que tocou de calcanhar para dentro da área. O artilheiro Anselmo chegou batendo de primeira e acertou o zagueiro adversário, vendo a bola passar raspando a trave de Marcelo Bonan e indo pela linha de fundo. Na sequência, Moacir arriscou de fora da área e o goleiro fez grande defesa, espalmando para escanteio.

No contra-ataque, o Ituano marcou o terceiro e fechou o caixão. Oliveira escapou com velocidade e cruzou para dentro da área. A bola encontrou Jefferson, que estava livre e completou para o fundo das redes, aos 24 minutos. O Pantera chegou a diminuir aos 33. O zagueiro Gabriel escapou como elemento surpresa e cruzou na cabeça de Anselmo, que subiu e completou para o gol.

Animado por ter balançado as redes, o time visitante assustou na sequência, quando Assis escapou por um adversário e saiu na cara de Marcelo Bonan. No entanto, o meia tentou tirar muito do goleiro e bateu para fora. Aos 43 minutos, Anselmo arriscou da entrada da área e a bola desviou no zagueiro, saindo para escanteio. No contra-ataque, Daniel bateu rasteiro e Júlio Cesar fez a defesa em dois tempos.

Próximos jogos
O Ituano volta a campo na próxima sexta-feira, contra o Grêmio Prudente, às 20h30, no Estádio Eduardo José Farah, pela 11ª rodada do Paulistão. Enquanto isso, o Botafogo recebe a Portuguesa no sábado, às 18h30, no Estádio Santa Cruz.

FICHA TÉCNICA

Ituano 3 x 1 Botafogo

Local: Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, em Mogi Mirim-SP
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Risser Jarussi Corrêa
Público: 43 pagantes
Renda: R$ 660,00
Cartões Amarelos: Éder Sciola e Malaquias (Ituano); Marcinho (Botafogo)
Gols: Éder Sciola aos 11’/1T, Jonata Escobar aos 28’/1T e Jefferson aos 24’/2T (Ituano); Anselmo aos 33’/2T (Botafogo)

Ituano
Marcelo Bonan; Éder Sciola, Jackson, Max Ferraz e Leomir; Jonata Escobar, Adoniran, Junior Urso e Jefferson; Leandrinho (Daniel) e Malaquias (Oliveira).
Técnico: Ruy Scarpino.

Botafogo
Júlio César; Augusto, Fernando Miguel e Gabriel; Marcinho (João Henrique), Chicão (Moacir), João Victor, Pablo Escobar (Assis) e Andrezinho; Anselmo e Assisinho.
Técnico: Fernando Diniz.

Fonte: Futebol Interior

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Leandro Carvalho é citado pelo TJD

23/02/2011
Citação nº 05/2011

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA DO FUTEBOL DO ESTADO DE SÃO PAULO
LEI 9.615 DE 24.03.1998.
CITAÇÃO 05/2011

De acordo com o CÓDIGO BRASILEIRO DE JUSTIÇA DESPORTIVA, ficam notificados os atletas e as associações abaixo mencionados, de que foram denunciados e serão julgados em SESSÃO das E.Comissões Disciplinares, às 18:00 hs. no dia 28/02/2011 – SEGUNDA-FEIRA.

1ª DIVISÃO A-1 PAULISTA F.C. LTDA.

BOTAFOGO F.C. - Leandro Hercilio Carvalho da Silveira, art. 254-A, § 1º,I.

Art. 254-A. Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente.

PENA: suspensão de quatro a doze partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de trinta a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.

I - desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido;

Veja o lance

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Botafogo perde da Ponte em Campinas



CARAVANAS 2011 - O Botafogo jogando em casa, todos os jogos!








O projeto de torcedores Botafoguenses iniciado em 2010, consiste na idéia de que o Botafogo tenha em seus jogos fora de Ribeirão Preto, sempre um número expressivo de torcedores que possam incentivar e apoiar a equipe de forma decisiva em busca das vitórias dentro de campo e ainda ter o reconhecimento da mídia estadual e nacional, em relação a representatividade da sua torcida.

Muitos colaboradores do Botafogo enxergaram a grande importância de incentivar e apoiar na locomoção de torcedores de Ribeirão Preto para jogos fora, e de forma ordenada, ajudaram em 2010 com valores fixos, muito menores do que desprendiam no passado de forma aleatória e desorganizada.

A proposta tem por objetivo, padronizar e organizar estes incentivos, garantindo ao Botafogo um bom número de torcedores em todos os jogos da série A1, sendo que julgamos ser de fundamental importância está presença, para que nossos jogadores se sintam motivados, cobrados e possam render como se estivessem jogando em casa.

Neste caso, o intuito do projeto é como no ano passado, levantar recursos através de 100 cotas de R$250,00 sendo que a mesma deve ser parcelada a partir de novembro, em 5X de R$50,00, o que bancaria em média 02 ônibus por jogo fora do Botafogo.

Em 2010 conseguimos totalizar cerca de 55 cotas, o que garantiu ao Botafogo 01 ônibus por jogo, em todos os jogos, sendo que na média cada cotista bancou 01 torcedor, pra que o Botafogo tivesse o incentivo de sua torcida fora, e a Fiel Força Tricolor, dispôs de mais recursos para colocar mais ônibus e vans, fazendo com o que em muitos jogos o Botafogo estivesse jogando com mais torcida do que o próprio dono da casa.

Os recursos serão geridos por Lucas Vinicius da empresa TMK – Comunicações, que já presta serviços ao conselho e ao poli esportivo, com a supervisão de cotistas voluntários que fariam os pagamentos dos ônibus, e prestariam contas ao final do campeonato como ocorreu de forma muito transparente no Paulistão 2010.

Na ficha de adesão do Plano o cotista tem opções de escolha de pagamento, como depósito em conta, cobrador, boletos bancários ou cheques.

Vale lembrar que a iniciativa pertence aos próprios empresários e torcedores, que
procuraram a Fiel Força Tricolor para que este projeto pudesse acontecer, e a Fiel Força Tricolor fica incumbida de recrutar e organizar torcedores para as viagens.

OBS: QUEM ADERIR AO PLANO NÃO ESTÁ COMPRANDO O SEU LUGAR NO ÔNIBUS PARA OS JOGOS FORA E SIM COLABORANDO PARA QUE A TORCIDA ORGANIZADA DO BOTAFOGO COMPAREÇA AOS JOGOS COM O SUBSIDIO.

Clique na imagem para abrir e imprimir:


Acompanhe algumas imagens da Torcida Botafoguense nos jogos do Botafogo em 2010:

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

A TV está pagando e tirando o torcedor dos estádios

Todos os anos assistimos, ouvimos e lemos as reclamações dos dirigentes de futebol que não conseguem atrair o público para jogos envolvendo os seus clubes e outros times exceto os grandes.

Na última década a TV A CABO trouxe para a comodidade dos nossos lares praticamente todas as partidas, com excelente imagem e ainda em horários diversos, possibilitando o torcedor de assistir mais de 4 a 5 partidas por final de semana.

A violência dos estádios durante a década de 90 influenciou nas novas regras da policia militar para a segurança, alterando permissões e restrições estabelecida para os torcedores para os eventos.

Mesmo times do interior sem nenhum histórico de brigas, tumultos ou violências nos estadios sofrem com as regras estabelecidas.

A cerveja com álcool foi proibida nos estádios. Ela sem dúvida era um dos fatores que trazia o público masculino e adulto para o estádio pois unia as duas paixões deste país tropical.

Voltando a TV, a popularização do Pay Per View da NET, da SKY, da Embratel, etc. trouxe ao torcedor a opção de todos os jogos do campeonato por uma mensalidade de menos de R$60,00.

O torcedor e sua familia tem segurança na sua casa, tem cerveja gelada e ainda várias opções de horários e jogos.

A TV não pode ser considerada uma vilã, pois paga a Federação um montante que é dividido, na minha opinião de forma injusta mas de acordo com os interesses de transmissão e popularidade dos clubes, ficando aproximadamente 40% com 16 clubes pequenos e médios e 60% para os grandes clubes (São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Santos).

Do valor repassado para os clubes do interior são descontadas entre outras taxas, as taxas de arbitragem, bolas, etc.

Alguns clubes ainda possuem dividas trabalhistas, penhoras e pendências na FPF que consomem ainda 15% a 30% do montante repassado.

Exemplificando:
R$2.000.000 COTA DA TV
R$200.000 TAXAS DIVERSAS

R$1.800.000 LIQUIDO

Os 10 primeiros colocados jogam 10 partidas em casa (R$180.000 por partida) e os 6 últimos do campeonato anterior e os 4 que conquistaram o acesso jogam 9 partidas em casa (R$200.000 por partida)

Para saber por quantos torcedores a TV paga, utilizaremos o preço minimo estabelecido pela FPF de R$30,00 a inteira, assim sendo, 6.000 pagantes de inteira para os clubes com 10 jogos e 6.670 pagantes de inteira para os clubes com 9 jogos. Se considerarmos as meias entradas a quantidade de pagantes aumenta consideravelmente.

Essa média de público não era registrada na época onde só tinhamos a TV aberta e a TV A cabo e Satelite ainda não era popularizada, apenas em clássicos, decisões e jogos contra os "grandes".

A TV está pagando bem os clubes para definir o horario e o dia que quer transmitir o jogo e fidelizando o torcedor com preços cada vez mais acessiveis do que os preços praticados nos estádios de futebol, que ainda envolvem combustivel ou transporte para o deslocamento, o famoso flanelinha, a pipoca, o refrigerante, etc e a conta sobe conforme aumenta o número de pessoas da familia que vão ao estádio, enquanto na TV o valor da mensalidade é o mesmo sempre.

Para trazer o torcedor de volta ao estádio, é preciso um trabalho de informação e de fidelização do torcedor. Uma politica de preços de ingresso de acordo com a economia do familiar do país, uma manutenção dessa politica por um bom tempo para educar o planejamento do torcedor, divulgação dos jogos e preços que muitas vezes tem auxilio das rádios e dos jornais, que querem o torcedor no estádio pois concorrem com a TV, uma boa estrutura para receber esse torcedor desde a sua chegada em estacionamento até sua saída com um obrigado e volte sempre.

Time competitivo e bons resultados ajudam, assim como campeonatos expressivos e com bom calendário, mas ainda assim, as tentações comodas e atrativas da televisão são forte concorrente a serem vencidos.

Alternativas precisam ser encontradas e novas politicas serem estabelecidas para reaproximar o torcedor do estádio, caso contrário o futebol será cada vez mais do "DA POLTRONA".

Não é a toa que cada vez os estádios buscam ser Arenas Multiuso com menor capacidade mas com muito mais opções de lazer e conforto para o torcedor e sua familia.

Eu sou um dos que não abre mão de ir ao estádio, mas cada vez são menos pessoas fanáticas e fãs do futebol que estão ao meu lado em Santa Cruz.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Classificação Paulistão 2011 - 8ª rodada



CLASSIFICAÇÃO SÉRIE D
1º Mirassol 16
2º Oeste 11
3º Botafogo-SP 10
4º Paulista 9
5º Mogi Mirim 8
6º Ituano 8
7º Noroeste 8
8º Linense 6
9º São Bernardo 5


2010
BOTAFOGO 0 X 0 ITUANO 2.925 R$ 75.950,00
BOTAFOGO 1 X 0 PONTE PRETA 1.989 R$ 42.295,00
BOTAFOGO 3 X 0 MOGI MIRIM 3.674 R$ 80.040,00
BOTAFOGO 1 X 1 PALMEIRAS 10.481 R$ 304.551,00
19.069 R$ 502.836,00

2011
BOTAFOGO 2 x 2 NOROESTE 3.288 R$ 62.233,00
BOTAFOGO 1 x 1 BRAGANTINO 1.822 R$ 31.298,00
BOTAFOGO 2 x 1 SAO PAULO 6.701 R$ 317.980,00
BOTAFOGO 2 x 0 SANTO ANDRE 1.846 R$ 31.204,00
13.657 R$ 442.715,00

Botafogo cola no G-8



O Botafogo conquistou a sua segunda vitória consecutiva no Campeonato Paulista. Na noite deste sábado (12), na estreia do técnico Fernando Diniz, o time bateu o Santo André por 2 a 0 e assumiu a 9ª colocação da competição com 10 pontos ganhos. Com gols de Augusto e Anselmo, ambos de cabeça, o Tricolor teve mais oportunidades e poderia ter ampliado o marcador não fosse as boas defesas do goleiro adversário e a má sorte de Assisinho que fez uma bola jogada e chutou pra fora.

A vitória fez com o Tricolor ganhasse sete posições na tabela de classificação e encontasse no G8, porém, restam seis jogos na rodada, o que pode colocar o Botafogo, após o término, até na 12ª posição. Na próxima rodada, o time enfrenta a Ponte Preta, no domingo (20), em Campinas, às 18h30. Paulinho e Assis devem estar à disposição do técnico panterino após se recuperarem de lesões.



O jogo



Imponente e com posse de bola bem superior ao adversário, o Botafogo foi ao ataque logo de início. Em uma cobrança de falta sofrida por Pablo Escobar e cobrada por Andrezinho, Augusto subiu de cabeça e abriu o marcador logo aos quatro minutos. O Pantera era só ataque. Em ótimo lançamento de Eduardo Ratinho, Escobar escorou de cabeça, para Anselmo, também no alto, marcar o segundo gol da partida aos 33 minutos.



As oportunidades surgiam no ataque. Na defesa, confiança e soberania de Gabriel, Augusto, Leandro Carvalho e Rodrigo Soares que pararam qualquer investida do Ramalhão. Quando não, Júlio César evitava o pior. Assisinho e Anselmo ainda tiveram ótimas chances de marcar, mas por detalhe, não estufaram as redes do adversário.



"O time já teve o dedo do Fernando. Os gols saíram em jogadas trabalhadas por ele durante a semana. O grupo está de parabéns. Com a união de todos, conseguimos sair de uma situação difícil. Temos que ter os pés no chão e manter a mesma determinação nas próximas rodadas", declarou Anselmo após o jogo.



Botafogo 2 x 0 Santo André

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP

Árbitro: Vinicius Furlan

Assistentes: Giulliano Neri Colisse e Fábio Rogério Baesteiro

Público: 1.846 pagantes

Renda: R$ 31.204,00

Cartões Amarelos: Pablo Escobar (Botafogo); Anderson (Santo André)

Gols: Augusto aos 3/1T e Anselmo aos 33/1T (Botafogo)

Botafogo: Júlio César; Eduardo Ratinho (Dida), Augusto, Gabriel e Andrezinho; Rodrigo Soares, Leandro Carvalho, João Victor (Chicão) e Pablo Escobar (João Henrique); Anselmo e Assisinho. Técnico: Fernando Diniz.

Santo André: Neneca; Anderson, Sandoval e Marcelo Godri; Iran (Mário Jara), Magno (Aloísio), Romário, Juan Felipe e Valmir; Célio Codó (Borebi) e Rychely. Técnico: Pintado.

Rafael Martinez
Assessor de Imprensa

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

BOTAFOGO X SANTO ANDRÉ - 12/02 - 19H30

Estatisticas do Paulistão 2011

Site do Uol traz estátisticas de todos os times do Paulistão até a 7ª rodada.

Confira

AÇÃO ENTRE AMIGOS - NOITE DE PRÊMIOS NO POLI DO BOTAFOGO

Amigos da Fiel Força Tricolor e Poliesportivo convidam...

AÇÃO ENTRE AMIGOS

NOITE DE PRÊMIOS NO BOTAFOGO

É AMANHÃ ! SEXTA-FEIRA 11/02 - ÀS 20:00 HORAS

MUSICA AO VIVO / CERVEJA GELADA / E MUITOS PRÊMIOS!

ADESÃO R$ 10,00 (COM DIREITO A CONCORRER AO PRÊMIO PRINCIPAL "BINGÃO" ).

VÁRIOS PRÊMIOS COMO ::

- Camera Digital Kodak Ultimo modelo 12mg pixels
- GPS MARCA BLAKPUNT
- CELULAR 2 CHIPS
- CAMISAS DA FFT
- CADEIRAS DE VARANDA
- 01 Título do Clube
- E MUITO MAIS PRÊMIOS DE BOM VALOR!

LOCAL : POLI DO BOTAFOGO - RUA PARAÍSO 671 - VILA TIBÉRIO

INFORMAÇÕES 3630-3003

CONVITES NA SECRETARIA DO CLUBE.

SE QUISER AJUDAR A VENDER TEREMOS TALÕES NA SEDE PRA ENTREGAR ligue 3630-3003!

* TODA RENDA SERÁ UTILIZADA , PARTE MAIOR VAI PARA A COBERTURA DA ÁREA DA FRENTE DA SEDE. MAIS CONFORTO PARA OS BOTAFOGUENSES E INVESTIMENTO NO PRÉDIO QUE É DO BOTAFOGO, e PARA REPOR PERDAS DO CLUBE DE JANEIRO EM VIRTUDE DAS CHUVAS.

Ajudem a divulgar é amanhã!

... a bravura da sua gente, acende nossos corações ...

Classificação até 7ª Rodada


Corinthians x Mogi Mirim será realizado no dia 15/02/2011

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

JOÃO DA FIEL DE VOLTA PARA CASA


Foto do Jornal A Cidade - Matheus Urenha

João Henrique assina por três meses e reforça o Botafogo

O jogador, que está perto de completar 28 anos, chega por empréstimo do Coritiba

Jean Vicente

É a terceira passagem do jogador pelo clube de Ribeirão
O primeiro dia de trabalho do técnico Fernando Diniz no Botafogo já seria de total otimismo após a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, no último domingo. Porém, a torcida do Botafogo ainda teve outra excelente notícia. O meia João Henrique, um dos ídolos recentes do Pantera, está de volta ao clube.

O jogador, que está perto de completar 28 anos, chega por empréstimo do Coritiba. É a terceira passagem do jogador pelo clube de Ribeirão, onde ganhou o apelido de João da Fiel, após marcar o gol da vitória, por 2 a 1, sobre o Comercial, pela Série A2 de 2008, ano em que o Tricolor conquistou o acesso. Em 2010, ele disputou o Paulistão com a camisa do clube.

"Retorno para dar a volta por cima, assim como foi no ano passado", disse o jogador, que no segundo semestre de 2010 defendeu o Náutico e o Santo André, mas não obteve sucesso.

João da Fiel, que teve sua apresentação acompanhada por um pequeno grupo de torcedores, disse que o acerto com o Pantera foi rápido. O meia também mostrou o desejo de firmar um acordo mais longo com o Tricolor.

"O Osvaldo Festucci (diretor de futebol) é meu amigo, assim como o Luiz Pereira (presidente). O Festucci esteve em Curitiba na semana passada e conversamos. Tudo foi resolvido rapidamente. Queria assinar até 2030, quando vou encerrar minha carreira (risos). Mas quem sabe não assino um contrato mais para frente de dois ou três anos e o Botafogo me empresta após o Paulistão", comentou o atleta.





Por novas conquistas, JH volta ao Botafogo

O meia João Henrique, de 27 anos, é o mais “novo” reforço do Botafogo para o Paulistão 2011. O jogador retorna ao clube onde despontou para o futebol em 2008 quando a equipe conquistou o acesso para a Série A-1 do Campeonato Paulista. João da Fiel, como é chamado pelos torcedores, foi apresentado na tarde desta segunda-feira (7) em Santa Cruz e já iniciou treinamentos com o restante do grupo tricolor.

“Das duas vezes que passei no Botafogo, conquistamos nossos objetivos. Desta vez, espero que não seja diferente. Eu precisava do Botafogo e o clube precisava de mim. Estou muito feliz por ter essa nova oportunidade de jogar aqui novamente onde sou querido pelo torcedor. Quero ser feliz de novo e dar alegrias a essa torcida que tanto me respeita”, discursou João Henrique.


Campeão paulista do interior em 2010, João Henrique ainda pertence ao Coritiba de onde está sendo emprestado novamente ao Botafogo até o final do Paulistão. Após a conquista do título no ano passado, João foi para o Náutico e depois para o Santo André onde não foi feliz. “Quero mais uma vez dar a volta por cima no Botafogo. Consegui isso em 2008 e 2010. Eu me sinto bem jogando aqui. É a minha casa. Sou amigo do presidente, do Osvaldo e de todos. Sou um botafoguense”, expressou.


O meia já teve a documentação preparada pelo clube para registro na Federação Paulista de Futebol, o que deve acontecer na tarde desta terça-feira (8). Ele, assim, terá condições de reestrear com a camisa panterina, no próximo sábado (12), contra o Santo André, às 19h30, em Santa Cruz, pela 8ª rodada do Paulistão.


Confira a ficha técnica do novo reforço:


João Henrique
Nome completo: João Henrique dos Santos de Souza
Posição: Meia
Nascimento: 03/03/1983, em Curitiba-PR
Peso: 72 kg
Altura: 1,68 m
Clubes: Malutrom-PR, Olhanense-POR, XV de Campo Bom-RS, Juventus-SC, Botafogo-SP, Coritiba-PR, Náutico-PE e Santo André-SP.

Rafael Martinez
Assessor de Imprensa




Foto: Sérgio Masson/Gazeta de Ribeirão

João Henrique volta pela terceira vez ao Botafogo

Após vencer o São Paulo e desencantar, Pantera traz meia, que é velho conhecido da torcida

Luís Augusto/Especial para Gazeta de Ribeirão

João Henrique dá entrevista: torcida o chama de ‘João da Fiel’


Um dia após a primeira vitória no Paulistão, diante do São Paulo, a diretoria do Botafogo apresentou mais um reforço. Trata-se de um velho conhecido da torcida, o meia João Henrique, que retorna para a terceira passagem pelo clube. “Fico muito feliz de voltar a vestir a camisa do Botafogo, um clube que faz parte da minha vida. Espero mais uma vez ter sucesso aqui”, disse.

João Henrique chegou ao Botafogo em 2008 para disputar a Série A2 e foi um dos principais destaques do time que conquistaria o acesso à elite do futebol paulista. No ano passado, ele voltou para jogar o Paulistão e agora ganha uma nova oportunidade. “Sou muito amigo do Osvaldo (Festucci, diretor de futebol) e do Luiz Pereira (presidente) e estou sempre acompanhando os jogos do Botafogo”, afirmou o meia, que já atuou pelo Tricolor 38 vezes, com nove gols.

João Henrique tem contrato com o Coritiba até o final do ano, por isso chega por empréstimo ao Botafogo até o final do Paulistão. Ele é o quinto atleta que chega pelo bom relacionamento dos dirigentes do Botafogo e do Coritiba. Antes dele vieram o goleiro Wanderson, o zagueiro Dirceu, o meia Ramón e o atacante Roger.

Com a chegada de João Henrique para reforçar o meio de campo, o clube já admite a possibilidade de fazer dispensas para diminuir o elenco, que já conta com 29 jogadores. “Nosso grupo está grande mesmo e pode ter dispensa sim, mas depende da avaliação do (técnico) Fernando Diniz”, afirmou Luiz Pereira.

Baixe o Adobe Flash Player

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

BOTAFOGO VENCE O SÃO PAULO



Botafogo vence o São Paulo e despacha crise

Demorou, mas aconteceu a primeira vitória do Botafogo no Campeonato Paulista. E não poderia ser melhor. A equipe panterina bateu o São Paulo por 2 a 1, na noite deste domingo (6), em Santa Cruz e deixou a zona de rebaixamento da competição, agora, com sete pontos ganhos em sete jogos disputados. Anselmo, de cabeça, e Paulinho marcaram os gols botafoguenses. Marcelinho Paraíba diminuiu para o Tricolor paulista.

Dirigido de forma interina pelo técnico Régis Angeli, o Botafogo apresentou após a partida o novo treinador contratado na última sexta-feira (4). Fernando Diniz participou de entrevista coletiva e inicia trabalhos amanhã à tarde quando está marcada a reapresentação do time tricolor. A preparação será para a partida contra o Santo André, na próxima rodada, no sábado (12), às 18h30, em Santa Cruz.

O jogo
Com a volta de Rodrigo Soares, Assis e Assisinho ao time titular, o Botafogo iniciou a partida contra o São Paulo cauteloso, mas equilibrado no toque de bola, envolvendo o adversário. Assisinho era bem explorado e Andrezinho comandava o lado esquerdo do ataque com boas investidas. E foi de uma falta sofrida pelo atacante e cobrada pelo lateral que saiu o primeiro gol panterino.

Andrezinho cobrou com perfeição na cabeça de Anselmo, que de costas, desviou para o fundo das redes de Rogério Ceni. “Tive a felicidade de bater a falta na medida para o Anselmo cabecear. Nós precisávamos muito dessa vitória. O time foi compacto, se defendeu bem e soube concluir bem as jogadas”, comentou o lateral-esquerdo após a partida.

O São Paulo teve a chance de empatar após uma jogada de craque do lateral Ilsinho. O jogador driblou três jogadores do Botafogo em sequência e saiu cara a cara com Julio César. A conclusão, porém, não foi perfeita e a bola tocou no pé da trave para a sorte do time botafoguense.

Na segunda etapa, o técnico Carpegiani mudou a equipe e colocou Marlos no ligar de Juan. Mais ofensivo, a equipe pressionou o Pantera, mas esbarrou nas mãos de Julio César. O goleiro do Botafogo estava inspirado e fez três defesas fantásticas evitando o empate.

Em uma descida ao ataque, após troca de passes perfeita entre Assisinho, Anselmo e Paulinho, o Tricolor de Ribeirão Preto fez o segundo gol com o camisa oito. Paulinho recebeu de Assisinho, carregou e chutou na saída de Rogério Ceni, ampliando o marcador. Na comemoração, ele homenageou o lutador Anderson Silva e simulou um confronto com Rodrigo Soares.

Nos descontos, Marcelinho Paraíba em chute de fora da área com desvio, diminuiu para o São Paulo, dando números finais ao jogo.

Botafogo 2 x 1 São Paulo
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto
Árbitro: Robério Pereira Pires
Assistentes: Dante Mesquita Junior e Ricardo Busette
Público: 6.701 pagantes
Renda: R$ 317.980,00
Cartões Amarelos: Paulinho, Júlio César e Rodrigo Soares (Botafogo); Miranda (São Paulo)
Gols: Anselmo aos 40/1T e Paulinho aos 28/2T (Botafogo); Marcelinho Paraíba aos 47/2T (São Paulo)
Botafogo: Júlio César; Eduardo Ratinho (Dida), Augusto, Gabriel e Andrezinho; Rodrigo Soares, Leandro Carvalho, Paulinho (Chicão) e Assis (Pablo Escobar); Anselmo e Assisinho. Técnico: Régis Angeli (interino).
São Paulo: Rogério Ceni; Luiz Eduardo, Xandão e Miranda; Ilsinho (Carlinhos Paraíba), Jean, Rodrigo Souto, Rivaldo (Marcelinho Paraíba) e Juan (Marlos); Fernandinho e Fernandão. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Rafael Martinez
Assessor de Imprensa

Baixe o Adobe Flash Player

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Botafogo x São Paulo

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto
Data: 06/02/2011 (domingo)
Horário: 19h30
Árbitro: Robério Pereira Pires
Assistentes: Dante Mesquita Junior e Ricardo Busette

Botafogo
Júlio César; Eduardo Ratinho, Dão, Gabriel e Andrezinho; Rodrigo Soares, Leandro Carvalho, Assis e Ramon; Anselmo e Assisinho.
Técnico: Régis Angeli (interino)

São Paulo
Rogério Ceni; Luiz Eduardo, Xandão e Miranda; Ilsinho, Jean, Rodrigo Souto, Rivaldo e Juan; Dagoberto e Fernandinho.
Técnico: Paulo César Carpegiani

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Fernando Diniz é o novo técnico

O Botafogo agiu rápido e logo após a saída confirmada do técnico Roberto Fonseca do comando da equipe profissional, anunciou o nome do novo treinador. Trata-se de Fernando Diniz, de 37 anos, que dirigia o Paulista de Jundiaí, no Paulistão. Com três títulos na carreira em apenas dois anos como técnico, Diniz chega para reabilitar o Tricolor no Paulistão.

A apresentação do técnico está prevista para acontecer neste domingo (6) quando ele virá a Ribeirão Preto para assistir à partida contra o São Paulo. Ele assume definitivamente a equipe na segunda-feira (7). “Estou muito motivado em assumir o Botafogo. Tenho ótimas referencias da diretoria, do clube e sei que o elenco tem muita qualidade. Estou empolgado pelo novo desafio e agradecido pelo convite”, declarou.

Sobre a situação ruim na tabela de classificação – o Botafogo é o 19º colocado com apenas quatro pontos – Diniz diz que não tem medo da pressão para reverter o quadro. “Pra mim, profissão de técnico é uma vocação. Joguei futebol para ser técnico. Gosto de encarar a pressão pelo resultado. Estou acostumado. Essa pressão me motiva ainda mais”, comentou.

Com um método de trabalho diferente do comum, segundo ele, Fernando Diniz espera adaptar o elenco a sua maneira. “Gostamos de jogar de uma maneira diferente do comum, mas não posso chegar e mudar totalmente o time. Vamos fazer isso aos poucos. Vamos analisar o que temos no momento e a dinâmica do jogo vai nos mostrar qual deve ser a sequência”, disse.

Ao elogiar o novo elenco, Diniz faz a ressalva que ainda vai analisar a produtividade do time ao longo das rodadas iniciais. “Já pedi as imagens de todos os jogos do Botafogo para eu analisar a fundo a situação do time. Vou olhar os jogadores um a um. Não vamos medir os resultados, mas a produtividade da equipe”, afirmou Fernando.

O novo técnico chega ao lado de seu auxiliar, o ex-jogador Yan, e seu preparador físico, Wagner Bertelli. Eduardo Souza e Luiz Fernando Paião seguem como preparadores físicos do Botafogo. Fonseca deixou o clube apenas ao lado de seu auxiliar, Márcio Rocha.

Confira a ficha técnico do novo técnico:

Fernando Diniz
Nome completo: Fernando Diniz Silva
Nascimento: 27/03/1974, em Patos de Minas-MG
Clubes como jogador: Juventus-SP, Guarani-SP, Palmeiras, Corinthians, Paraná, Fluminense-Rj, Flamengo-RJ, Cruzeiro-MG, Santos-SP, Al-Arli-QTR, Al-Khor-QTR, Paulista-SP e Santo André-SP
Clubes como técnico: Votoraty-SP e Paulista-SP
Títulos como técnico: Campeão Paulista Série A-3 (2009), Bicampeão Copa Paulista (2009 e 2010).


Fonseca não é mais técnico do Botafogo
O Botafogo confirmou oficialmente o desligamento do técnico Roberto Fonseca do comando da equipe no Campeonato Paulista da Série A-1. O treinador deixa o clube após seis rodadas da competição com quatro pontos conquistados. O acerto para a saída de Fonseca aconteceu no início da tarde desta sexta-feira (2) após uma reunião realizada entre ele e dirigentes do clube.

“O Roberto é um profissional sério e honesto, além de competente. Infelizmente, desta vez, não conseguiu levar nosso time às vitórias. Precisamos de um ânimo novo para trilhar o caminho das vitórias”, comentou o presidente Luiz Pereira. “Estamos trabalhando pelo Botafogo dia e noite. Precisamos do apoio do torcedor para sair dessa situação”, emendou.

“Em comum acordo com a diretoria, achamos por bem que uma mudança seria importante para o Botafogo. Existe uma cobrança natural e exagerada comigo que eu atribuo em razão da minha saída no campeonato paulista do ano passado”, afirmou Roberto Fonseca após se desligar do clube.

Para a partida deste domingo (6), contra o São Paulo, o técnico da equipe será Régis Angeli, de forma interina.

CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA


quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Audiência Pública - 19h30 - 04/02/2011

DIVULGAÇÃO OFICIAL - REUNIÃO GERAL - AUDIÊNCIA

AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA SALVAR O BOTAFOGO

DIA 04/02/2011 – ÀS 19:30 horas–Local:SALÃO DA SEDE RUA GONÇALVES DIAS 450

Este recado deve ser amplamente divulgado por e-mail, telefone, SMS, imprensa, orkut, twitter, para que tenhamos o máximo de pessoas que gostam do BOTAFOGO, e que querem o bem do clube.

Torcedores organizados, torcedores comuns e avulsos, diretores, conselheiros, presidente, ex-presidentes, jogadores, ex-jogadores, técnico e todos que vivem o BOTAFOGO como algo importante em sua vida.

Não seja omisso! Participe!

Vamos colocar de forma organizada e civilizada, a nossa opinião, vamos fazer um documento um abaixo assinado, algo eficaz para manifestar o nosso melhor protesto, vamos definir o que podemos fazer para mudar a situação, com agir, como ajudar.

Quem for indiferente a isso, está dando a outras pessoas procuração para fazer o mais sofrível.

Vamos pedir esclarecimentos, reivindicar, antes que de forma desorganizada percamos a cabeça, e ainda possamos atrapalhar ainda mais a vida do BOTAFOGO, vejo que as pessoas estão perdidas, e transtornadas com a situação do BOTAFOGO.

Temos que mostrar a força e a grandeza desse clube, através da bravura da sua gente, como diz nosso hino.

COMPAREÇA E DIVULGUEM.

FIEL FORÇA TRICOLOR

Ingressos à venda para Botafogo x São Paulo



O Botafogo começa a vender nesta quarta-feira (2) , a partir das 9h00, em Santa Cruz, os ingressos para a partida contra o São Paulo, marcada para este domingo (6), no estádio Santa Cruz, às 19h30. O clube faz a promoção para o torcedor panterino que pode comprar o meio-ingresso se estiver vestindo a camisa do clube no ato da compra e entrada ao estádio. A arquibancada promocional meia-entrada custa apenas R$ 40.

As vendas vão acontecer na Boutique do Pantera, no estádio Santa Cruz, até às 19 hs. No dia da partida, as bilheterias serão abertas a partir das 13 hs. Ingressos para sócios de cadeiras e camarotes estão sendo vendidos na Sica Cobranças, na rua São José, 358, no Centro.

Os torcedores do São Paulo podem comprar os ingressos para a arquibancada destinada aos visitantes em uma das bilheterias das numeradas do estádio também a partir desta quarta-feira (9). O clube vai divulgar amanhã (quarta), novos pontos de venda.

Os compradores da promoção do site quero2 devem retirar os ingressos para essa partida até às 17h00 de domingo na Boutique com a apresentação do comprovante de compra.

Confira os preços:

Arquibancada promocional meia-entrada: R$ 40,00
- aposentados
- estudantes
- mulheres
- todos os demais torcedores do Botafogo que não se enquadrarem nos requisitos acima e que adquirirem o seu ingresso com a camisa do Botafogo.

Arquibancada inteira: R$ 80,00

Numerada Coberta promocional meia-entrada : R$ 60,00
- aposentados
- estudantes
- mulheres
- todos os demais torcedores do Botafogo que não se enquadrarem nos requisitos acima e que adquirirem o seu ingresso com a camisa do Botafogo.

Numerada coberta inteira: R$ 120,00

Crianças até 12 anos não pagam ingresso

Sócio de cadeira cativa/camarote em dia com os pagamentos - R$ 20,00

Rafael Martinez
Assessor de Imprensa

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Oeste 1x0 Botafogo - Derrota e Fonseca continua no cargo





Oeste 1 x 0 Botafogo - Rubrão consegue reabilitação no PaulistãoCom o resultado, o time de Itápolis subiu para a sexta colocação, somando agora nove pontosItápolis, SP, 02 (AFI) - Sob os olhares do novo técnico, Nenê Belarmino que estava assistindo e depois de perder no última jogo, o Oeste conseguiu sua reabilitação na tarde desta quarta-feira, ao vencer o Botafogo, no Estádio dos Amaros, em Itápolis, por 1 a 0, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Série A1.

Com o resultado, o Oeste que perdeu seu treinador Ademir Fonseca, na segunda-feira, subiu para a sexta colocação, somando agora nove pontos, mas o Rubrão pode cair na tabela ao término da rodada. Já o Botafogo segue na zona de rebaixamento, na 18ª, com quatro pontos, podendo também perder posição.

Rubrão na frente
Querendo se recuperar da derrota da última rodada, o Oeste começou melhor a partida e logo no primeiro minuto, quase abriu o placar. Fábio Santos recebeu a bola sozinho na área pela direita e bateu forte, mas a bola passou perto do gol do goleiro Júlio César do Botafogo.

Apesar do bom início, o jogo caiu de produção e só aos 20 minutos teve outra grande chance, que culminou no gol do Oeste. Roger recebeu lançamento na área do Botafogo e chutou no ângulo esquerdo de Júlio César, sem chances para o goleiro, que ainda tentou fazer a defesa.

Depois do gol sofrido, o Botafogo cresceu na partida e quase conseguiu empatar o jogo, aos 22 minutos. Após cobrança de falta cruzada, o zagueiro Gabriel subiu sozinho e cabeceou forte, a bola explodiu no travessão e no rebote a zaga do Oeste afastou o perigo.

O Botafogo seguia no campo de ataque, querendo o gol de empate e quase marcou na última oportunidade do primeiro tempo, aos 36 minutos. Após escanteio, o zagueiro Gabriel novamente subiu mais que a zaga e cabeceou firme, mas a bola passou à esquerda do goleiro do Oeste Gabriel Leite.

Equilibrado
O segundo tempo começou brigado, com poucas oportunidades, sendo então a primeira chance só, aos 18 minutos, para o Botafogo. Roger recebeu ótimo lançamento na área e bateu forte, mas o goleiro Gabriel Leite fez grande defesa, espalmando para escanteio. Após a cobrança, Augusto dominou sozinho, só que acabou isolando.

O Oeste não querendo ser sufocado, partiu para cima e teve uma grande oportunidade, aos 21 minutos. Mazinho recebeu na grande área e bateu de perna esquerda, obrigando goleiro Júlio César pular e fazer ótima defesa.

O Botafogo era melhor na segunda etapa e por isso chegou bem, aos 26 minutos. Andrezinho cruzou pela esquerda, e Gabriel cabeceia com força na área, mas o arqueiro do Oeste evitou o gol de empate com um milagre.

No último lance do jogo, o Oeste quase conseguiu marcar o segundo gol. Dionísio chutou forte de fora da área, o goleiro Júlio César fez a defesa, no rebote o atacante Reinaldo pegou e bateu, mas a bola explodiu no travessão.

Próximos jogos
Ambos voltam a campo no próximo final de semana, pela sétima rodada. O Oeste vai até jogar fora de casa contra o Americana, às 19h30, no Estádio Décio Vitta, no sábado. Já Botafogo vai receber o São Paulo, em Ribeirão Preto, no Estádio Santa Cruz, no domingo, às 19h30.

FICHA TÉCNICA

Oeste 1 x 0 Botafogo

Local: Estádio dos Amaros, em Itápolis-SP
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Daniel Luis Marques e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Público: 1.167 pagantes
Renda: R$ 11.715,00
Cartões amarelos: Cris, Fábio Santos, Roger (Oeste); Fernando Guilherme, Gabriel, Leandro Carvalho, Pablo Escobar e Paulinho (Botafogo).
Gol: Roger, aos 20’/1T (Oeste);

Oeste
Gabriel Leite; Dedê, Cris, Paulo Miranda e Fernandinho; Márcio Passos, Dionísio, Anselmo Ramon (Mazinho) e Roger (Alex Willian); Fábio Santos (Reinaldo) e Adriano Alves.
Técnico: Alex Freitas (interino).

Botafogo
Júlio César; Eduardo Ratinho (Dida), Augusto, Gabriel e Andrezinho; Fernando Guilherme (Moacir), Leandro Carvalho, Paulinho e Ramon; Anselmo e Pablo Escobar (Roger).
Técnico: Roberto Fonseca.