Acesse e Curta a Fan Page

CURTA A FAN PAGE O PANTERA TRICOLOR NO FACEBOOK

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Ituano 3 x 1 Botafogo






Eficiência garante vitória na estreia do comandante

O futebol realmente é uma caixinha de surpresas. O Botafogo criou diversas chances e foi muito suprerior dentro de campo, mas o Ituano se mostrou bastante eficiente e venceu por 3 a 1, na noite deste domingo, no Estádio Romildo Gomes Ferreira, pela décima rodada do Campeonato Paulista. A partida marcou a estreia do técnico Ruy Scarpino no comando do time de Itu.


A eficiência neste domingo fez o Galo chegar aos 11 pontos e deixar a zona de rebaixamento, subindo para o 14ª lugar. Enquanto isso, o Pantera segue dez e caiu para a 15ª colocação, vendo a zona de rebaixamento cada vez mais perto. A diferença para o Noroeste, primeiro entre os quatro piores, é de apenas um ponto.

Quem não faz toma!
Aproveitando o fato da partida não estar sendo realizada em Itu, já que o Novelli Junior está em reformas, o Botafogo partiu para cima e criou duas boas oportunidades antes dos cinco minutos. Na primeira, Pablo Escobar recebeu de fora da área e bateu por cima do gol. Logo depois, Anselmo deu grande passe para Assissinho, que invadiu a área e chutou em cima do goleiro Marcelo Bonan, que estava atento e fez boa defesa.

Na primeira chegada ao ataque, o Ituano abriu o placar aos 11 minutos. Malaquias invadiu a área e acabou sendo derrubado por Marcinho dentro da área. Na cobrança do pênalti, Éder Sciola apenas deslocou o goleiro adversário e saiu para o abraço. A resposta veio no minuto seguinte, quando Andrezinho cobrou falta e Assissinho desviou de cabeça. A bola passou raspando a trave de Marcelo Bonan, que apenas olhou.

Melhor em campo, o Pantera quase chegou ao empate aos 18 minutos. Marcinho cobrou para dentro da área e a bola acabou sobrando para Anselmo, que bateu de primeira e assustou o goleiro do Galo. Na sequência, Pablo Escobar tocou para Assissinho, que bateu em cima de Marcelo Bonan. Em uma das melhores chances, Marcinho cobrou falta com violência e o número 1 adversário fez grande defesa. A bola ainda tocou no travessão antes de ser aliviada pela zaga.

O Botafogo criava diversas chances, mas pecava na finalização e como quem não faz toma, o Ituano ampliou aos 28 minutos. Leomir bateu forte de longe e Júlio Cesar espalmou para dentro da área. A bola acabou sobrando livre para Jonata Escobar, que chutou de primeira e acertou o ângulo. O Pantera sentiu o segundo gol e, apesar de ter maior posse de bola, não conseguia chegar com muito perigo ao gol defendido por Marcelo Bonan.

O gol saiu tarde...
Assim como no primeiro tempo, o Botafogo voltou melhor do intervalo e assustou logo aos dois minutos. João Victor arriscou de longe e a bola passou raspando o gol defendido por Marcelo Bonan. Na sequência, Marcinho tentou marcar um gol olímpico e acabou acertando o travessão, seguindo para a linha de fundo. Apostando no contra-ataque, quase que o Galo fez o terceiro aos 11 minutos. Jefferson pedalou para cima de Gabriel e bateu rasteiro, mas a bola acertou na trave e saiu.

Com muito mais posse de bola, o Pantera pressionava e assustou aos 18 minutos. Assissinho escapou com velocidade e a bola sobrou para João Victor, que tocou de calcanhar para dentro da área. O artilheiro Anselmo chegou batendo de primeira e acertou o zagueiro adversário, vendo a bola passar raspando a trave de Marcelo Bonan e indo pela linha de fundo. Na sequência, Moacir arriscou de fora da área e o goleiro fez grande defesa, espalmando para escanteio.

No contra-ataque, o Ituano marcou o terceiro e fechou o caixão. Oliveira escapou com velocidade e cruzou para dentro da área. A bola encontrou Jefferson, que estava livre e completou para o fundo das redes, aos 24 minutos. O Pantera chegou a diminuir aos 33. O zagueiro Gabriel escapou como elemento surpresa e cruzou na cabeça de Anselmo, que subiu e completou para o gol.

Animado por ter balançado as redes, o time visitante assustou na sequência, quando Assis escapou por um adversário e saiu na cara de Marcelo Bonan. No entanto, o meia tentou tirar muito do goleiro e bateu para fora. Aos 43 minutos, Anselmo arriscou da entrada da área e a bola desviou no zagueiro, saindo para escanteio. No contra-ataque, Daniel bateu rasteiro e Júlio Cesar fez a defesa em dois tempos.

Próximos jogos
O Ituano volta a campo na próxima sexta-feira, contra o Grêmio Prudente, às 20h30, no Estádio Eduardo José Farah, pela 11ª rodada do Paulistão. Enquanto isso, o Botafogo recebe a Portuguesa no sábado, às 18h30, no Estádio Santa Cruz.

FICHA TÉCNICA

Ituano 3 x 1 Botafogo

Local: Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, em Mogi Mirim-SP
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Risser Jarussi Corrêa
Público: 43 pagantes
Renda: R$ 660,00
Cartões Amarelos: Éder Sciola e Malaquias (Ituano); Marcinho (Botafogo)
Gols: Éder Sciola aos 11’/1T, Jonata Escobar aos 28’/1T e Jefferson aos 24’/2T (Ituano); Anselmo aos 33’/2T (Botafogo)

Ituano
Marcelo Bonan; Éder Sciola, Jackson, Max Ferraz e Leomir; Jonata Escobar, Adoniran, Junior Urso e Jefferson; Leandrinho (Daniel) e Malaquias (Oliveira).
Técnico: Ruy Scarpino.

Botafogo
Júlio César; Augusto, Fernando Miguel e Gabriel; Marcinho (João Henrique), Chicão (Moacir), João Victor, Pablo Escobar (Assis) e Andrezinho; Anselmo e Assisinho.
Técnico: Fernando Diniz.

Fonte: Futebol Interior

Um comentário:

  1. Não adianta á diretoria não aprende a trabalhar com futebol. uma coisa é clara o bota poderia está bem melhor no campeonato se tivesse dado chance aos garotos da base, esta diretoria é um problema não sabe dos talentos q tem ná propria casa. cadê o garoto sandro silva, joga muito ele tem o estilo de jogo do elano do santos. só precisa colocar ele pra jogar, valoriza os garotos Pô

    ResponderExcluir