Acesse e Curta a Fan Page

CURTA A FAN PAGE O PANTERA TRICOLOR NO FACEBOOK

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Matemática para Classificação e Rebaixamento na Série C 2016

Desde 2012 a Série C é disputada no formato de 2 grupos de 10 equipes, onde as 4 melhores equipes de cada grupo se classificam para a fase de mata mata e os 2 últimos de cada grupo são rebaixados para a Série D.

Em 2012 no Grupo A 24 pontos classificou o Paysandu e 20 pontos rebaixou o Salgueiro, no Grupo B foram necessários 29 pontos para classificação do Oeste e 18 pontos rebaixaram o Santo André.
Em 2013 tinhamos 11 equipes no Grupo A, e assim a pontuação foi maior, mas Sampaio Correa precisou de 33 pontos para classificar e o Brasiliense caiu com 30 pontos ao mesmo que o Cuiabá se salvou no saldo de gols com os mesmo 30 pontos. No Grupo B o Ipatinga fez 28 e classificou e 17 rebaixaram Crac e Baruueri.

Em 2014 foram necessários 26 pontos para o Paysandu se classificar no Grupo A e o Treze caiu com 19 pontos. Já no Grupo B, Macaé classificou com 26 pontos e São Caetano caiu com 21 pontos.


Em 2015 no Grupo A o Confiança fez 31 pontos e ficou com a 4ª colocação e o Águia caiu com 15 apenas. No Grupo B o Brasil de Pelotas classificou com 29 pontos e o Madureira caiu com 13.


Minha conclusão é que sejam necessários de 28 a 30 pontos para classificação, ou seja, 52 a 55% de aproveitamento. No Grupo B, em 2015 o Juventude-RS ficou fora com 29 por conta de saldo de gols pior que o do Brasil de Pelotas e no Grupo A o América-RN ficou fora pois o Confiança fez 31 pontos.

Já em relação ao rebaixamento, pelo histórico 21 ou 22 pontos ou 39 e 40% de aproveitamento são suficientes para escapar do rebaixamento. Apenas em 2015 São Caetano caiu com 21 mas o Duque de Caxias-RJ foi saco de pancada do grupo e em 2013 no Grupo A com 11 clubes  elevou a pontuação e o Brasiliense caiu com 30 pontos e 50% de aproveitamento, nesse grupo o Rio Branco-AC foi saco de pancada também.

Resumindo 28 a 30 pontos para classificar e 21 ou 22 pontos para não ser rebaixados. Mas o futebol prega muitas peças em seus torcedores e a matemática.

No fim do Campeonato vamos conferir essa projeção.



Um comentário:

  1. Leandro Marcelino7 de maio de 2016 04:56

    Tinha dado uma olhada na classificação desde 2012 também. Minha conclusão foi: 22 pontos para não rebaixar e 30 pontos para classificar-se. Guaratinguetá e Boa Esporte serão candidatos a saco de pancadas no grupo, já que um rebaixou para a 4ª divisão do Paulistão e o outro rebaixou para a 2ª divisão do Mineiro e ambos perderam seus investidores. O Juventude deverá ser o time mais forte do grupo, pois continuará com a base finalista do Gauchão. Portuguesa e Guarani têm tradição e podemos esperar qualquer coisa deles, até mesmo campanhas ruins. O Macaé vacilou muito na Série B do ano passado e acabou entrando na zona de rebaixamento na última rodada, depois de ficarem praticamente todo o campeonato fora. Começaram muito mal o Carioca neste ano, mas se recuperaram bem no segunto turno. Sem falar que ainda têm investimento e com certeza terão um time razoável. Creio que o Mogi Mirim não montará um time tão competitivo, o mesmo valendo para a Tombense. Já o Ypiranga é uma grande incógnita para mim e acho um pouco arriscado nossa estreia fora de casa ser contra eles. Mas sinceramente, não me tiram o sono. Resumindo, creio que Juventude, Portuguesa, Guarani, Macaé e Botafogo brigarão pelas 4 vagas. Ypiranga pode manter-se próximo à esta briga. Tombense e Mogi Mirim devem fazer figuração e Guaratinguetá e Boa Esporte devem ser os sacos de pacadas. Se ganharmos destes dois dentro e fora de casa, precisaríamos de mais 6 vitórias nos outros 14 jogos para a classificação.

    ResponderExcluir